Escola de Negócios: TRG financia 20 bolsas e uma sala de formação para executivos

Além de ter financiado quase na totalidade as obras da Escola de Negócios e Governação (ENG), o The Resort Group PLC (TRG) vai financiar ainda 20 bolsas de estudo para alunos carenciados, durante cinco anos, conforme o protocolo assinado na passada sexta-feira, 26, entre o maior investidor internacional do país e a reitora da Uni-CV, Judite Nascimento.

A essas 20 bolsas de estudo, que vão permitir que alunos com grandes dificuldades financeiras possam tirar uma formação académica, o TRG financiou também uma sala especial de formação para executivos, de forma a que os gestores e homens de negócios possam estar cada vez mais bem preparados para contribuir para o crescimento e desenvolvimento do país.

Robert Jarrett, presidente do TRG, presidiu, juntamente com Ulisses Correia e Silva, primeiro-ministro de Cabo Verde, e Judite Nascimento, à inauguração oficial das novas instalações da ENG, junto ao campus do Palmarejo.

O empresário inglês disse estar muito “orgulhoso” por poder “participar do processo de desenvolvimento do país” e destacou que o grupo TRG estará sempre disponível para apoiar causas como esta da educação/formação dos futuros recursos humanos de Cabo Verde.

Quem também não escondeu a emoção foi a reitora Judite Nascimento, que fez questão de distinguir o TRG e, em especial, o seu presidente. “Ele está a dar um bom exemplo de como investir num país e deixar marcas”, salientou.

As novas instalações são fruto de uma parceria com o TRG no âmbito da construção do hotel Hilton-Praia, que, como se sabe, está a ser edificado nas antigas instalações da referida escola, na Achada de Santo António, na Praia.

A escola ganhou não só um edifício novo, com uma arquitetura moderna, como vários equipamentos e materiais que vieram contribuir para a melhoria da qualidade de ensino da instituição e bem estar dos alunos, mas também serviu para aumentar a capacidade de acolhimento, que dos 700 alunos, agora pode ir até aos 1500.

“É um grande marco para a instituição, porque depois de muitos anos alojados num pré-fabricado temos a possibilidade de hoje podermos beneficiar de um edifício destes graças a um esforço conjunto entre o anterior Governo de Cabo Verde e o actual, o TRG e o seu presidente, que mais do que um investidor, é um investidor – parceiro, não só trocou o espaço de Achada Santo António por este edifício totalmente equipado, mas também concedeu à ENG, 20 bolsas sociais anuais, durante cinco anos para estudantes”, realçou a reitora.

No âmbito do protocolo assinado, o TRG irá ainda acolher nas suas unidades hoteleiras e estrutura empresarial, alunos da ENG para estágios curriculares.

O primeiro-ministro, Ulisses Correia e Silva (UCS), que se fez acompanhar também da ministra da Educação, Maritza Rosabal, elogiou a capacidade do TRG em se aliar ao Governo no desenvolvimento do país, e revelou que parte da asfaltagem da zona da ASA de acesso ao futuro Hotel-Hilton também foi patrocinada por esse grupo inglês com sede em Gibraltar.

O Chefe do Executivo cabo-verdiano realçou ainda que a escola “definitiva” da ENG, vai contribuir para o aumento da “auto-estima” dos alunos e professores e para o aumento do “conhecimento” e “investigação” em áreas de formação “centrais” e “nucleares”, como a “gestão”.

UCS reforçou ainda a aposta do Governo através do programa Bolsa Cabo Verde Global, destinada a jovens até 45 anos, que queiram fazer cursos “masters” para executivos para “desenvolvimento de capacitação em alta gestão, dando a possibilidade frequentarem as melhores universidades do mundo”, mas também instituições como o Banco Mundial e o FMI, entre outras.

Embora a escola já esteja a funcionar há alguns meses, as novas instalações da ENG foram oficialmente inauguradas esta sexta-feira,26, num espaço 50% maior que o antigo espaço “provisório” na ASA.

Doze salas de aulas, espaço desportivo, laboratórios, refeitório, um pequeno anfiteatro e uma biblioteca são algumas das valências da nova escola.

GC